Lyrics of the song Muito (1978)

(Caetano Veloso)
Eu sempre quis muito
Mesmo que parecesse ser modesto
Juro que eu não presto
Eu sou muito louco, muito
Mas na sua presença
O meu desejo
Perece pequeno
Muito é muito pouco, muito
Broto você é muito, muito (bis)
Eu nunca quis pouco
Falo de quantidade e intensidade
Bomba de hidrogênio
Luxo para todos, todos
Mas eu nunca pensei
Que houvesse tanto
Coração brilhando
No peito do mundo louco
Gata você é muito
Broto você é massa, massa

Official versions

Muito (Album, 1978)
Position in record: 6
Time: 3:19