As letras da canção Qualquer coisa (1975)

(Caetano Veloso)
Esse papo já tá qualquer coisa
Você já tá pra lá de Marraqueche
Mexe
Qualquer coisa dentro, doida
Já qualquer coisa doida
Dentro mexe
Não se avexe não
Baião de dois
Deixe de manha, deixe de manha, pois
Sem essa aranha, sem essa aranha
Sem essa aranha
Nem a sanha arranha o carro
Nem o sarro arranha a Espanha
Meça, tamanha, meça, tamanha
Esse papo seu já tá de manhã

Berro pelo aterro
Pelo desterro
Berro por seu berro
Pelo seu erro
Quero que você ganhe
Que você me apanhe
Sou o seu bezerro
Gritando mamãe
Esse papo meu tá qualquer coisa
E você tá pra lá de Teerã

Versões oficiais

Qualquer Coisa (Álbun, 1975)
Posição no disco: 1
Duração: 3:15